QUINTA DO ROCIO

IMG_9188 qta do rocio

IMG_9188 qta do rocio

O Quinta do Rocio é um projecto inédito que resultou de uma parceria entre a DFJ Vinhos e o Sr. Tomás Sanches da Gama, proprietário de uma das mais belas e nobres propriedades de Alenquer, e que faz estrema com a Quinta de Porto Franco.

A Quinta do Rocio fica em Alenquer, na região vitivinícola agora denominada de Lisboa. O plantio das suas primeiras vinhas remonta a 1503, quando o navegador Pedro Álvares Cabral adquire a propriedade, que depois passou por várias famílias, até que em 1939 foi comprada por Tomás Sanches da Gama, o pai do actual proprietário.

A tradição vitivinícola da Quinta do Rocio está indiscutivelmente ligada à personalidade de Sebastião José de Carvalho, Visconde de Chanceleiros. Grande viticultor do seu tempo, conhecido pelas inovadoras técnicas agrícolas que utilizava, teve a ousadia de replantar com bacelos americanos as suas vinhas dizimadas pela filoxera, ganhando assim um lugar na história da viticultura portuguesa. Diz-se “que empobreceu salvando as suas vinhas” e, com o seu exemplo, as vinhas dos outros.

Hoje a Quinta do Rocio conhecida pela “Sintra de Alenquer”, em virtude da sua mata exuberante, continua a sua tradição de grande terroir vinícola através da vontade e do querer de Tomás Sanches da Gama, que a gere desde os 17 anos.

A Quinta do Rocio (escrita desta forma a palavra significa orvalho) tem 15 hectares de vinhas, onde são cultivadas as castas Syrah, Merlot, Touriga Nacional e Grenache. Na Quinta existe ainda o laboratório e a velha adega do tempo do Visconde de Chanceleiros, agora totalmente modernizados. A adega está equipada e tem capacidade para 350 mil litros.

Os Quinta do Rocio têm a assinatura dos enólogos José Neiva Correia e Lisete Lucas, que aceitaram o desafio lançado por Tomás Sanches da Gama: produzir, a partir de um terroir histórico e de grande qualidade, um vinho cuja filosofia reflectisse uma interpretação contemporânea da tradição.

QUINTA DO ROCIO 2006

Apresentado aos jornalistas na própria Quinta em 6 de Dezembro de 2007, do Quinta do Rocio de 2006 foram produzidas 5786 garrafas que resultam de um lote invulgar das castas Shiraz, Merlot, Touriga Nacional e Grenache (cada uma entra no lote em 25%), tendo estagiado em barricas novas francesas da Seguin Moreau durante 9 meses, e 12 meses em garrafa antes de seguir para o consumidor.

Para saber mais sobre o Quinta do Rocio 2006 siga este link para a ficha técnica:

http://www.dfjvinhos.com/pt/page/vinhos/segmento/132

QUINTA DO ROCIO 2007

Apresentado aos jornalistas, em Lisboa, na York House, em 7 de Setembro de 2009, do Quinta do Rocio de 2007 foram produzidas 6974 garrafas (cheias em 24 de Setembro de 2008), a partir do mesmo lote usado na colheita de 2006 (25% Shiraz, 25% Merlot, 25% Touriga Nacional e 25% Grenache), tendo estagiado em barricas novas francesas da Seguin Moreau durante 12 meses, e 12 meses em garrafa antes de seguir para o consumidor.

Para saber mais sobre o Quinta do Rocio 2007 siga este link para a ficha técnica:

http://www.dfjvinhos.com/pt/page/vinhos/segmento/60